sexta-feira, 8 de maio de 2015

DESABAFO

Se eu pudesse sairia de mim 
pra não sentir essa dor que me rasga o peito
dilacera a minha alma e me faz tão 
pequena diante de verdades que me 
são esfregadas na cara como se eu fosse 
um nada diante de tudo, diante do mundo.
Ana Fahd