sábado, 16 de maio de 2015

SEGREDOS DE UMA NOITE

Neste momento já não me sinto tão útil, Sou nada, 
somente um pedaço de carne feito de barro, 
a obra divina cheia de anseios, desejos, prazeres, 
feito de luz e escuridão, com o dom de levar-te ao céu 
ou ao inferno numa única noite.
Sou a vida renascente do amor, dos poucos que ainda existem.
Sou sonho real dos desejos, com eternos segundos de êxtase.
Minhas mãos como um brinquedo passeiam pelo teu corpo.
Não revelam segredos.
Apenas desvendam o pudor do mundo em teu corpo, 
descobrindo em você a febre de uma mulher 
oprimida e cheia de anseios, desejos.
E nesse momento mágico, entrega-se 
a mim e nos tornamos um só. 
O tempo não importa, pois nesta noite a escuridão 
será testemunha desta loucura amorosa.
A madrugada anuncia um novo amanhecer, 
sem versos, sem musica, apenas o teu som 
ofegante quebra o silêncio.
Breves segundos.
Por alguns instantes o mundo todo fora esquecido.
E fomos felizes.